25.1.12

menina com uma flor


Para Lídia

'Então eu virei pra ela e falei assim: ah, nada, boba,
também é assim, se der, bem, se não der, amém,
toca pra frente.' (Adélia Prado)

Ela é uma menina com uma flor - diria Vinicius. Mas eu digo mais. Digo, então, que ela é uma menina com uma flor e seus encantos. Tipo bruxa que faz magia pro bem.
.
E ela é assim, mesmo fragmentada depois da luta, ela parece todainteira. Porque leva no bolso aquele monte de girassóis que eu lhe enviei por meio do vento.

E nos lábios carrega, ainda, aquela prece poderosíssima:
 'Andarei vestida e armada com as armas de São Jorge. Para que meus inimigos tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me exerguem e nem em pensamento eles possam me fazer mal.'
.
E, assim, ninguém a alcança. Vai ver porque ela não é mesmo daqui. Veio de qualquer outro mundo distante, onde o coração pesa mais na balança. De um lugar onde se trocam carinhos na alma.



(11/11/2009) blog Fuzuê
Seção de Achados e Perdidos

5 comentários:

  1. Cris vim lhe pedir desculpas pela confusão em meu blog, já que achei o texto com o nome do Caio, pensei que era dele.

    Seguindo aqui, bjs:*

    ResponderExcluir
  2. Olá flor!
    Passando por aqui para me desculpar pelo equívoco...Espero que possa me perdoar.
    Já foi concertado ok.
    Obrigada por me avisar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. O lápis, em riste, aponta para o calendário. Não há registro de alegrias. Isso não foi planejado.O grafite risca mais um dia no papel sem timbre. Nas mãos de uma menina, as páginas destacadas se evoaçam. No quintal, uma senhora recolhe folhas de um tempo desperdiçado.

    Serena,

    Eu estou morrendo. E desta vez, não é de despero. Não consigo mais escutar as batidas do meu coração. Adeus, sentimento.

    ResponderExcluir

'Que seja doce o que vier. Pra você, pra mim.'